• Colágeno completo com cartilagem de tubarão


Colágeno completo com cartilagem de tubarão é um suplemento natural com vitaminas A, C e E e Zinco.

São 120 capsulas de 500 mg.

Sem corantes artificiais

Sem lactose

Sem açúcar

Modo de tomar: 2 ou 3 capsulas 3x ao dia.

Marca Herbavitae.

Os benefícios de cada componente:

Colágeno hidrolisado: Existem diversos benefícios da suplementação com colágeno hidrolisado, tanto para a estética quanto para a saúde. Ele contribui com a melhora da pele, ajuda a aliviar dores nas articulações, pode ajudar a impedir a perda óssea, age na massa muscular e promove a saúde do coração.

 

Além disso, ele pode ser indicado para pessoas com problemas de artrite, osteoporose e artrose, por exemplo. Vale lembrar que os benefícios do colágeno hidrolisado podem ser potencializados quando há a união de hábitos saudáveis, como uma alimentação equilibrada e a prática de exercícios físicos, na rotina.

Vitamina A: A vitamina A é um micronutriente encontrado em fontes de origem animal (retinol) e vegetal (provitamina A). É um elemento indispensável para garantir a saúde dos nossos olhos (manter uma boa visão e hidratação da superfície ocular) e também, a renovação adequada das células que compõem os tecidos do nosso corpo (1).

O corpo humano não pode fabricar esta vitamina, portanto, toda a vitamina A de que necessitamos deve vir dos alimentos (1). Entre os alimentos de origem animal, as principais fontes são: leite humano, fígado, gema de ovo e leite. A provitamina A é encontrada em vegetais folhosos verdes (como espinafre e couve), vegetais amarelos (como abóbora e cenoura) e frutas amarelo-alaranjadas (como manga, caju, goiaba, mamão e caqui), além de óleos e frutas oleaginosas (buriti, pupunha, dendê e pequi) que são as mais ricas fontes de provitamina A. Um benefício das provitaminas é a conversão em vitamina A ativa e a ação como potentes antioxidantes (1).

Somos capazes de armazenar vitamina A no fígado, garantindo uma reserva, que será utilizada na medida em que houver necessidade. Se essa reserva está reduzida e não ingerimos alimentos que contêm vitamina A suficiente para satisfazer as necessidades nutricionais do nosso corpo, ocorre a deficiência. A deficiência de vitamina A pode se manifestar como deficiência subclínica ou como deficiência clínica (1).

COMPLEMENTAÇÃO A deficiência de vitamina A é considerada uma das mais importantes deficiências nutricionais dos países em desenvolvimento, sendo a principal causa de cegueira evitável (1). A deficiência clínica (conhecida por xeroftalmia) é definida por problemas no sistema visual, atingindo três estruturas oculares: retina, conjuntiva e córnea, tendo, como consequência, a diminuição da sensibilidade à luz até cegueira parcial ou total. A primeira manifestação funcional é a cegueira noturna, que constitui a diminuição da capacidade de enxergar em locais com baixa luminosidade (1). A deficiência subclínica é definida como uma situação na qual as concentrações dessa vitamina estão baixas e contribuem para a ocorrência de agravos à saúde, como diarreia e problemas respiratórios. À medida que as reservas de vitamina A diminuem, aumentam as consequências de sua deficiência. Nesta fase, a suplementação com vitamina A pode reverter a condição subclínica e impedir o avanço da deficiência para a forma clínica (1).

Vitamina C: A vitamina C faz parte da formação de tecidos no corpo humano, como vasos sanguíneos, cartilagens, músculos e até mesmo nos ossos, pois está presente no colágeno. Além disso, ela fortalece o sistema imunológico e tem ação antioxidante, protegendo as células contra os efeitos de radicais livres, poluição e diversas doenças.

Quando os níveis de vitamina C no corpo estão baixos, vários problemas podem ocorrer. Entre os mais comuns, a deficiência de vitamina C pode provocar:

Anemia;

Sangramento nas gengivas;

Má cicatrização;

Cansaço;

Baixa imunidade;

Estresse e mau humor.

Vitamina E: A principal função da vitamina E no organismo é evitar os danos causados pelos radicais livres das células, possuindo, assim, diversos benefícios para a saúde:

 

1. Melhorar o sistema imune

O consumo adequado de vitamina E, principalmente em pessoas mais velha, ajuda a melhorar o sistema imune, já que os radicais livres podem prejudicar a resposta normal do organismo aos agentes patogênicos.

 

Além disso, alguns estudos indicam que a suplementação com vitamina E aumenta a resistência a infecções, inclusive pelo vírus Influenza.

 

2. Melhorar a saúde da pele e do cabelo

A vitamina E promove a integridade da pele e mantém as paredes celulares, aumentando a sua firmeza. Por isso, poderia prevenir o envelhecimento precoce e o surgimento de rugas, melhorar a cicatrização e algumas condições de pele, como a dermatite atópica, por exemplo. Além disso, a vitamina D pode evitar os danos causados pelos raios UV na pele.

 

Além disso, essa vitamina também promove a saúde do cabelo, já que cuida da integridade das fibras e aparentemente melhora a circulação sanguínea do couro cabeludo, fazendo com que cresça saudável e com brilho. Alguns estudos indicam que pessoas com alopecia possuem baixos níveis de vitamina E e, por isso, o consumo dessa vitamina poderia ter benefícios nesses casos.

 

3. Prevenir doenças neurológicas

A deficiência de vitamina E está relacionada com alterações no sistema nervoso central. Por isso, alguns estudos procuram incluir os suplementos dessa vitamina para prevenir e/ou tratar doenças e condições como Parkinson, Alzheimer ou Síndrome de Down.

 

No caso do Alzheimer, foi verificado que a vitamina E pode influenciar os processos neurodegenerativos que estão associados com essa condição. No entanto, é necessária a realização de mais estudos que verifiquem essa relação, já que os resultados encontrados são contraditórios.

 

4. Prevenir doenças cardiovasculares

O consumo de vitamina E pode diminuir a morbidade e a mortalidade causada pelas doenças cardiovasculares. De acordo com algumas investigações, a ingestão de antioxidantes como a vitamina E pode diminuir o estresse oxidativo e a inflamação no organismo, estando esses fatores associados com o surgimento desse tipo de doença.

 

Além disso, a vitamina E ajuda a controlar e a manter os níveis de colesterol no sangue, além de diminuir a agregação plaquetária e, por sua vez, o risco de trombose.

 

5. Combater a infertilidade

O consumo de vitamina E pode ajudar a melhorar a qualidade do esperma, aumentando a motilidade dos espermatozoides nos homens. No caso das mulheres, os estudos não são conclusivos.

 

6. Melhorar a resistência e a força muscular

A suplementação com o antioxidante vitamina E pode proporcionar efeitos benéficos contra o dano do tecido oxidativo induzido pelo exercício, o que poderia aumentar a resistência e a força muscular, assim como acelerar a sua recuperação depois do treino.

 

7. Ajudar no tratamento do fígado gordo

Devido a sua ação antioxidante e anti-inflamatória, a suplementação de altas doses de vitamina E em pessoas com fígado gordo não alcoólico aparentemente ajuda a diminuir os níveis de enzimas hepáticas circulantes no sangue e alguns outros fatores indicativos de dano hepático, como a diminuição do acúmulo de gordura no fígado e a fibrose.

 

Zinco: O zinco é um mineral muito importante para a manutenção da saúde porque ele participa em mais de 300 reações químicas do corpo. Dessa forma, quando está em pouca quantidade no organismo, pode causar várias alterações, especialmente no sistema imune e na produção hormônios.

 

As principais fontes de zinco são os alimentos de origem animal como ostra, camarão, e as carnes de vaca, frango, peixe e fígado. Gérmen de trigo, grãos integrais, castanhas, cereais, legumes e tubérculos também são ricos em zinco, mas as frutas e hortaliças em geral, apesar de terem zinco, não são as melhores fontes porque não permitem uma boa absorção deste mineral.

Existem várias razões para justificar a importância da ingestão de alimentos ricos em zinco, no entanto, algumas das mais importantes incluem:

 

Contribui para um cabelo macio e brilhante, combatendo a queda;

Ajuda na absorção da vitamina A;

Ajuda no tratamento da depressão;

Estimula a função da tireoide;

Protege contra infecções porque atua no sistema imune;

Previne a diabetes tipo 2;

Facilita a cicatrização de feridas;

Previne o aparecimento de câncer;

Ajuda no tratamento da acne;

Previne o câncer e o envelhecimento, por ter ação antioxidante.

 

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Colágeno completo com cartilagem de tubarão

  • Marca: Apple
  • Modelo: capsulas
  • Pontos: 600
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$65,00